Dermaroller e Melasma


Pode o Microagulhamento ajudar a tratar a hiperpigmentação?

 

Primeiro, é importante entender que existem vários tipos de pigmentação que podem aparecer na pele. A pigmentação mais comum é a que é mais escura na cor chamada hiperpigmentação e pode ser causada pelo sol, envelhecimento, alterações hormonais e de tomar medicação. O segundo tipo é hipopigmentação, que é um clareamento da pele. Vamos discutir se Microagulhamento pode ajudar com esses diferentes tipos de pigmentação e como melhor tratar.

Que tratamentos podem ajudar com estes problemas de pigmentação?

Existem muitos procedimentos disponíveis para tratar problemas de pigmentação. Microagulhamento com Dermaroller, IPL, Laser Genesis e Fractional, Laser deCO2 , em conjunto com peelings químicos e produtos de cuidados em casa pode resolver este problema.
Mas um destes tratamentos, Microagulhamento com Dermaroller pode resolver com êxito estas questões com custo e risco reduzidos.

Microagulhamento para tratamento de Melasma

Melasma, às vezes chamado de máscara de gravidez, é comum e até mesmo visto em 10% dos homens. Esta tem sido uma condição difícil de tratar e, por vezes, resulta em mais hiperpigmentação pós-traumática.
O Microagulhamento com Dermaroller para tratamento do Melasma cria menos risco de complicações, e geralmente tem um custo-benefício melhor do que tratamentos de terapia com laser. Entanto, o Microagulhamento com Dermaroller cria um pequeno trauma para a pele, que ainda pode desencadear uma resposta inflamatória, levando a um agravamento da pigmentação. para diminuir o risco de pigmentação adicional procure profissionais experientes.

Pode o Microagulhamento Reduzir o Melasma ou Hiperpigmentação?

Infelizmente, a melanina nem sempre é produzida uniformemente em toda a pele, especialmente em indivíduos com tez mais escura. Produção de melanina desigual / excessiva também pode ser o resultado de trauma de pele – queimaduras, acne, cortes, picadas de insetos, etc.
Este é o lugar onde a terapia de indução de colágeno (TIC) outra palavra para a terapia de Microagulhamento com Dermaroller, pode facilmente ajudar a pele sem remover ou danificar a epiderme. Vários tratamentos são necessários para uniformizar o tom de pele e se livrar da hiperpigmentação.

Se a Hiperpigmentação reside na epiderme, ela responde muito bem ao Microagulhamento com Dermaroller e outros tratamentos disponíveis. No entanto, se a pigmentação está na derme, é mais profunda para tratamentos com peelings de ácido, mas não para profunda para microagulhamento com Dermaroller. Pode ser necessário mais sessões de Microagulhamento com Dermaroller para que a pele responda. Às vezes é melhor usar uma terapia combinada, usando a terapia de Microagulhamento com Dermaroller com peelings químicos para aumentar a eficácia do procedimento.
É melhor que os pacientes evitem exposição solar excessiva e SEMPRE use protetor solar quando passam por tratamento de Microagulhamento com Dermaroller para Melasma ou Hiperpigmentação.. Ignorando este conselho pode-se ter um reaparecimento da Hiperpigmentação ou Melasma.

Microagulhamento com Dermaroller e Hipopigmentação

Hipopigmentação é quando regiões da pele são mais claras, às vezes parecendo manchas brancas no rosto ou no corpo. A pele hipopigmentada tem malfunções em melanócitos ou ausentes, as células produtoras de melanina. O Microagulhamento com Dermaroller desencadeia a produção de melanócitos e permite a migração dos melanócitos da pele circundante para a área hipopigmentada. O tratamento da hipopigmentação com Dermaroller tem mostrado resultados promissores.
Conclusão do Microagulhamento com Dermaroller 
Microagulhamento com Dermaroller pode ajudar com problemas de pigmentação da pele. Ela não vai desaparecer do dia para a noite, mas uma série de tratamento de 3-6 tratamentos e os produtos de cuidados em casa vão trazer resultados satisfatórios.